terça-feira, setembro 18, 2007

Primeiras aulas

Lá começaram as aulas e lá conheci todas as minhas seis turmas deste ano. Conheci como quem diz - este ano só tenho uns cinco alunos que não conhecia, de resto já tudo passou pelas minhas mãos.
É um bocado estranho nalgumas turmas este reencontro. Já não me lembro de alguns nomes, sinto que nalguns casos mais especificos tenho que tornar a fazer um longo trabalho de aproximação para que alguns alunos (e vejam bem isto) abram a boca na sala de aula - tenho alunos que não abrem a boca e outros abrem demais, o que se formos a ver é mais normal.
Existe no entanto um à vontade muito grande entre professor e alunos, ambos nos conhecemos muito bem - um ano dá para conhecer bem as pessoas e ainda há os casos de ter alunos dois anos seguintes (2 turmas)...
E neste inicio de ano lectivo, ainda muito precoce, fiquei surpreendido com algumas aulas em que no meio de alguma agitação e ansiedade, senti respeito e consideração pela minha pessoa, notei empenho e notei acima de tudo o crescimento de alguns alunos - já são pequenos homens e mulheres (pelo menos alguns).
Não vale a pena o professor ser autoritário e rigido porque se os alunos quiserem estragam uma aula e dessa forma perdem também muitos alunos. No meu caso tento ser precisamente o contrário - ponho responsabilidade neles pelos seus actos, coloca nas mãos deles o seu futuro na disciplina que lecciono e acho que vai resultar - pelo menos nos anos anteriores tirando uma ou outra situação a coisa correu bem...
O horário é algo complicado em termos de turmas e disciplinas, algo desgastante para o professor, mas também para os alunos e ambos sabem isso e vão tentar (estou eu a falar por eles) que esse desgaste traga frutos e seja empregue em coisas produtivas e enriquecedoras...

1 comentário:

serenidade disse...

É sempre enriquecedor para um aluno ter professores que agem como tu.

Serenos sorrisos